28 abril 2015

Estudantes criam paródias para aprender matemática em Imperatriz-MA

Em 28 de abril de 2015 - De Folha do Bico (Reprodução)


Considerada por alunos de todo o Brasil como uma das mais trabalhosas de se lidar, a matemática nunca foi tão fácil de se aprender quanto em Imperatriz, segunda maior cidade do Maranhão. Isso porque um projeto desenvolvido na cidade ajuda os estudantes a aprenderem a disciplina de uma maneira mais divertida utilizando a música.

Washington Santos é aluno do quinto período do ensino fundamental e ele diz que a matemática é a grande vilã na sua vida de estudante. “Ela é muito difícil, mas para passar de ano a gente tem que aprender ela bem direitinho”, explica.

Mas ele não é o primeiro e nem será o último a sentir dificuldade com a disciplina. Somar, subtrair, dividir e multiplicar é um desafio para muita gente, ainda mais quando se adiciona nessa conta algumas fórmulas de matemática, como as de equações de primeiro e segundo grau, por exemplo.

Pensando nisso, uma professora de Imperatriz seguiu o exemplo de várias escolas no país e resolveu ensinar matemática de uma maneira mais divertida. Usando música, fazendo paródias e incentivando os alunos cantarem, ela conseguiu fazer com eles fixassem melhor o conteúdo na cabeça. Tudo isso faz parte do projeto “Conhecendo Bhaskara”.

“Quando eu percebi que os alunos tinham dificuldade de memorizar as fórmulas de Bhaskara a forma que elas devem ser usadas, resolvi criar um concurso de paródias”, explica a professora e criadora do projeto Marcela Magalhães.

O estudante Alisson Barbosa foi um dos que compôs uma das paródias e garante que aprender matemática assim é bem melhor. “Ajuda muito, porque, por exemplo, na hora da prova quando a gente esquece a fórmula, é só cantar a música e lembrar de tudo”, diz.

O projeto deu tão certo que está sendo gravado um DVD com essas paródias. O objetivo da professora é ajudar a todos os alunos de Imperatriz a saberem lidar melhor com a exatidão da matemática e mostrar que ela, apesar de complicada, também é legal de se aprender.